Home / Meio Ambiente / Polícia Ambiental atende ocorrência de entrega espontânea de aves nativas da fauna brasileira em Santa Gertrudes

Polícia Ambiental atende ocorrência de entrega espontânea de aves nativas da fauna brasileira em Santa Gertrudes

Onze aves, que encontravam-se numa residência em Santa Gertrudes pertencente a uma senhora que havia sido autuada em meados de 2007 e que falecera recentemente, foram entregues à Polícia Ambiental pela irmã  

 

Divulgação

Na última terça-feira (22), em Santa Gertrudes, a Patrulha Ambiental de Rio Claro, em ação conjunta com o policiamento ostensivo territorial do município, atendeu a uma ocorrência referente à entrega espontânea de 11 aves nativas da fauna brasileira numa residência pertencente a uma senhora que havia sido autuada em meados de 2007 e que encontrava-se na condição de fiel depositária. No início deste mês, veio a falecer e, sua irmã, preocupada em dar uma destinação propícia às aves, procurou a Polícia Militar Ambiental.

Diante dos fatos, as equipes realizaram a captura de quatro Araras Canindé — espécie constante na lista de animais ameaçados de extinção –, quatro Maritacas, além de três Papagaios “verdadeiros”, todos em boas condições de salubridade.

Sendo assim, foi realizada a destinação das Araras e Maritacas para o Centro de Reabilitação de Animais Selvagens (CRAS), da Associação Mata Ciliar do município de Jundiaí. Lá, ficaram sob responsabilidade do médico veterinário Felipe Sobral. Já os Papagaios serão destinados para o CRAS pró Araras aos cuidados da bióloga Fernanda, situado na cidade de Araras. As aves serão analisadas para reabilitação e, posteriormente, soltas em seu habitat natural.

No total, quatro Araras Canindé, espécie que consta da lista de animais ameaçados de extinção, quatro Maritacas e três Papagaios “verdadeiros”, todos em boas condições, foram levados a locais apropriados

Sobre Redação

Redação

Veja também

Seis Dicas Para Manter Seu Cão Aquecido

Vamos aprender seis maneiras de proteger seu cão nos dias de baixa temperatura. Alguns caninos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *